adsense

siga a gente no twitter

curta nossa página no facebook

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Dicas - 7 formas de assustar seus amigos

Microsoft cria vídeo incrível sobre o futuro da tecnologia

A tecnologia esta a cada dia mais surpreendente e quase tudo que imaginávamos no passado que seria o futuro erramos feio, as vezes pensávamos em coisas muito além, como o carro voador e esquecíamos do óbvio como o celular.
Agora a Microsoft criou um vídeo muito foda do que ela acha que vai ser o futuro, algumas coisa são meio que óbvias, mas outras são bem criativas e acho que tem boa possibilidade do futuro ser como eles estão mostrando no vídeo, mesmo porque boa parte da tecnologia que está ali vai ser criada pela própria Microsoft.
Vejam, vale a pena:




Sites como YouTube e Twitter podem ser banidos nos Estados Unidos

Se você acha que os Estados Unidos passam por problemas demais atualmente, acredite: a situação pode piorar. A publicação de uma lei pelo Senado e pela Câmara dos Representantes do país pode bloquear o acesso a vários sites que funcionam a partir de conteúdo compartilhado pela internet, como o YouTube, o Facebook e o Twitter, entre outras páginas.
De acordo com o Digital Journal, trata-se da chamada Internet Blacklist Bill (ou Protect IP), um projeto de lei que pode impor uma lista negra de endereços que seriam totalmente bloqueados de servidores e mecanismos de busca. Isso aconteceria porque o projeto tem como alvo sites com conteúdo postado por usuários, como o YouTube e as diversas redes sociais.
A partir da lei, os próprios sites (e não os usuários) serão responsabilizados por todo o conteúdo postado no endereço, desde vídeos até comentários. Ou seja, se você inseriu um trabalho com direitos autorais que não pertencem ou não foram entregues a você, o vídeo no YouTube, a música no Myspace ou a postagem no Twitter não seriam só apagados – o site inteiro ficaria fora do ar.
O controverso projeto está sendo chamado de censura nos Estados Unidos. A lei ainda não tem data para entrar em prática. Alguns sites de protesto, como o Demand Progress, falam que as páginas podem ficar fora do ar enquanto essa questão não for resolvida.
As Câmaras responsáveis pela promulgação e aplicação da Internet Blacklist Bill vão se reunir com especialistas e membros de sites que podem sofrer maiores danos para discutir a viabilidade do projeto – e se ele vai mesmo ser publicado com essas medidas radicais de bloqueio.




Na íntegra

O Start 3D é o mais simples e rápido para criar uma imagem em três dimensões e compartilhar com seus amigos e familiares. A primeira coisa a fazer é se cadastrar. E-mail, senha e pronto! Fácil assim. Depois, tudo o que você tem a fazer é subir para o site 2 fotos "quase" idênticas. O truque para criar a imagem 3D é capturar as duas fotos lado a lado movendo a câmera aproximadamente a mesma distância entre os olhos, algo em torno de 7 centímetros para o lado. Depois o site se encarrega do resto. Os resultados ficam bem legais.
Já o PhotoFace transforma seus retratos em uma espécie de 3D; e ainda tem uma dezena de opções para você incrementar e brincar com a imagem. Aqui, não é preciso se cadastrar, nem nada; basta acessar o site e fazer o upload do seu retrato. Mas atenção, para obter um resultado melhor, você deve estar sem cabelo no rosto, sem chapéu... nada de caretas! e, lógico, de frente para a câmera. A partir daí é só esperar alguns segundos e pronto, está criado seu novo avatar. Depois é deixar a criatividade fluir. Escolha o humor do seu clone, coloque barba, bigode, mude o cabelo, a roupa... brinque até cansar e depois compartilhe com a galera. Certeza que seus amigos vão se surpreender.
O 3Defy requer um pouquinho mais de dedicação, mas é sensacional! A primeira boa notícia é que aqui você também não precisa se cadastrar: é só sair usando. Basta escolher a foto que quer transformar em 3D e a diversão começa. Primeiro, determine através da função de "criar objetos" o que você quer destacar no primeiro plano. Isso, você faz fácil, pintando a área que deseja selecionar. Depois, na opção "Push and Pull", você destaca o objeto na imagem. Melhore a sensação de 3D adicionando textura aos objetos. Se quiser criar outros planos ou destacar mais objetos é só repetir o processo. O resultado é surpreendente, dá só uma olhada. Experimente, quanto mais você se familiariza com a ferramenta, melhores os resultados.

E aí, pronto para levar suas fotos para a 3ª dimensão? Quer começar a brincar e criar agora mesmo? Você já sabe: todos os links para esses sites estão junto com o texto desta matéria. Não perca tempo, acesse e faça suas fotos saltarem aos olhos da galera. Depois conte pra gente o que você achou.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Facebook abre seus datacenters para hackers

O Facebook anunciou hoje (27/10) que decidiu abrir seus data centers para que hackers possam aprender a melhorar seus projetos e criar novos designs. As empresas Asus, Intel, AMD e Dell estão envolvidas como parceiras.

De acordo com o site Venture Beat, a Fundação Open Computer, responsável pelo desenvolvimento do programa, afirmou que o sistema vai permitir que qualquer pessoa acesse as criações e especificidades para hardwares caseiros do Facebook, além fornecer estrutura para grandes data centers da empresa.

O objetivo é tornar o uso da energia dos data centers mais eficiente, a fim de fazer reparos mais rápidos nos servidores, como também descobrir melhores maneiras de oferecer dados e informações em larga escala para milhões de usuários no mundo todo.

"Quando lançamos este projeto em abril, as pessoas pensavam que éramos loucos. Mas vamos construir isso juntos. Se começarmos a compartilhar nossas ideias, o ritmo da inovação vai aumentar rapidamente, como também nos concentrarmos no meio ambiente e na eficiência dele", disse Frank Frankovsky, um dos fundadores da Fundação Open Compute.

As características dos data centers estarão disponíveis para que todos possam acessá-las e propor ideias de melhoria. Por exemplo, Frankovsky menciona que o futuro centro de dados europeu do Facebook, localizado na Suécia, será uma instalação hidrelétrica verde. A instalação terá seus códigos abertos, suas especificações publicadas e disponíveis para qualquer um, seja para opinar e, possivelmente, melhorar.

Para participar, os designers de hardware e hackers precisam assinar um acordo no site da Fundação, através de suas contas no Facebook. Feito isso, devem encontrar um aspecto específico para trabalhar e assinar um acordo de licenciamento aberto para desenvolver suas ideias. Os projetos serão votados de acordo com o mérito de cada um, incluindo a originalidade.

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/jovem/digital_news/noticias/facebook_abre_seus_datacenters_para_hackers

video Troll

Video muito engraçado vale a pena ver......rsrsrsrs






Compartilhe nas redes sociais e pegue seus amigos tambem......( para compartilhar é só clicar nos botoes aqui embaixo)

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

reconhecimento facial em suas contas

arantir a segurança no acesso de informações na web é uma das maiores preocupações por parte dos usuários. Dicas simples de como evitar gravar senhas em computadores compartilhados e não utilizar logins óbvios e ineficientes são algumas das maneiras para evitar surpresas desagradáveis.
Se você quer adicionar mais uma proteção à sua vida, uma alternativa interessante é adotar o Fast Access Facial Recongnition. O aplicativo permite incluir o reconhecimento de uma imagem do seu rosto como forma de substituir senhas em sites e aplicativos.

Instalando o aplicativo

Aplicativo em ação
Antes de iniciar a instalação, certifique-se de que o seu computador possui uma webcam habilitada. Depois de efetivar esse procedimento, faça o download do aplicativo e, depois de baixado, dê um duplo clique sobre ele. Siga o passo a passo de instalação e um ícone de atalho será criado em sua Área de trabalho.
Infelizmente, o Fast Access Facial Recognition acrescenta alguns itens a mais além do programa que você pretende baixar e não há opção para desabilitar os complementos. Por padrão, o software acrescenta dois widgets na Área de trabalho, ambos referentes a outro software da empresa. Após a instalação, será preciso reiniciar o PC.

Sua nova senha: você

Ao reiniciar o computador, já na tela de login o aplicativo entra em ação, sugerindo que você associe uma das contas de usuário ao Fast Access Facial Recognition. Para isso, enquadre seu rosto no quadro verde sugerido pelo programa. A partir de então, todas as suas senhas podem se transformar em uma simples imagem.
Visual do aplicativo
Vinculando suas senhas ao aplicativo, a cada acesso a um site em que seus dados estejam gravados ou ainda que requeira login e senha, o aplicativo entra em ação, perguntando se você deseja associar o software ao login. Uma vez feito o processo, a cada novo acesso, o programa solicita que você enquadre seu rosto no quadro verde e, somente após a concordância, a permissão para a entrada no site é concedida.

GTA 5

como instalar um programa sem a autorização do administrador e como transformar um programa em portable

domingo, 23 de outubro de 2011

Por que hackers não precisam ser tão espertos

Em vez de táticas mirabolantes e scripts superavançados, o roubo de dados pode e é feito de maneiras muito mais simples do que você imagina. 


Não é incomum nos depararmos com filmes que caracterizam hackers como gênios do mal que podem ludibriar computadores e usuários a lhes darem qualquer informação necessária com o uso de uma imensa quantidade de comandos. Mesmo fora das telinhas, eles são temidos como misteriosos magos da informática.

Mas no fundo, a grande maioria dos hackers apenas explora informações e buracos de maneiras muito simples. Novas técnicas também raramente surgem, e os métodos de ataque ficam presos aos velhos costumes.
Entre essas estratégias, que são passadas através de gerações, podemos citar os já famosos: malwares, spywares, buffer overflows, a engenharia social, quebra de senhas e assim por diante. A diferença, é que hoje os intrusos sabem utilizar melhor as informações que eles conseguem.
Existe, por exemplo, um novo rootkit chamado de Membroni que altera a BIOS da placa-mãe. Embora aja de forma interessante, isso não é novidade. Um outro malware que fazia a mesma função já existia em 1998.
Outras maneiras muito comuns de invasão, explorando aplicativos e bases de dados SQL, já são usadas há mais de 10 anos. Por outro lado, as que “roubam” dados de pagamento e os enviam para um host existem desde 1989.
Claro que para se proteger de todas essas ameaças, não se faz necessária a utilização de um sistema de defesa ultra-avançado. Contudo, nós também nunca estaremos seguros, graças ao fato de que:

Nosso cérebro só lembra senhas caso sejam palavras

De acordo com uma pesquisa publicada em 2005 e que também foi notícia aqui no Tecmundo, as quatro senhas mais comuns no mundo são: “1234”, “123456”, “12345678” e “password”. Contudo, se você pedir ao site de cadastro que gere uma senha aleatória, é muito provável que o resultado seja algo impossível de ser lembrado.
Contudo, ao usar uma palavra, o trabalho do hacker fica muito facilitado. Hoje, um computador médio, pode decifrar em torno de 10 milhões de senhas por segundo, sendo que nosso dicionário não possui nem 1 milhão de palavras.

Isso significa que se a senha for uma palavra, um nome ou uma combinação comum, um hacker seria capaz de quebrá-la mais rapidamente do que você seria capaz de digitar. Mesmo que sejam adicionadas combinações de caracteres no fim das palavras, o tempo simplesmente subiria em alguns poucos segundos.
Mas criar uma senha segura não é difícil. A melhor maneira de fazê-lo é formando uma frase e então pegando as iniciais. Por exemplo, a frase “O Tecmundo é a melhor fonte de informação sobre tecnologia no Brasil.” geraria a senha: “OTeamfdistnB”, relativamente fácil de ser lembrada e que aumentaria a dificuldade de quebra exponencialmente.

Se alguém pede nossa senha, nós a entregamos

Uma pesquisa feita em 2004 (ok, ela está defasada, mas o resultado não deve ter mudado tanto nos últimos anos) apontou que 70% das pessoas cedem suas senhas em troca de chocolate. Esse é um dos exemplos da famosa “engenharia social”.
Pessoas que normalmente se passam por funcionários da empresa ou grandes clientes, normalmente usam de seu poder de persuasão para ter acesso a dados sigilosos. Um exemplo disso aconteceu na própria Microsoft, quando uma pessoa ligou para o atendimento se passando pelo editor-chefe de uma famosa revista sobre jogos e conseguiu os dados da conta do editor.

Claro que nem sempre esse roubo acontece através de uma conversa direta. O phishing continua com força na internet, fazendo com que usuários insiram dados confidenciais em páginas e formulários falsos.

Sempre optaremos pela conveniência em detrimento à segurança

E esse tipo de conveniência é tão sutil, que normalmente nos passa despercebido. Sistemas que gravam nossos dados de acessos a diferentes endereços, como as próprias memorizações de senha dos navegadores, foram adições muito bem-vindas. Contudo, essa conveniência pode ser um grande problema, caso seu computador “caia em mãos erradas”.

Nós padronizamos nossas senhas

É comum nos depararmos com notícias de vazamento de dados dos mais diversos endereços. Normalmente, não parece ser algo ao qual deva ser dado muita importância, se não fosse o fato de que temos o costume de usar a mesma senha em diversos sites diferentes.
E na mesma tendência de padronização, ainda temos a integração entre diversos endereços. Hoje já é comum utilizar o Facebook para acessar diversas outras páginas. Contudo, o perigo logicamente reside na situação de que se alguém conseguir os dados do Facebook, automaticamente terá acesso a diversas outras contas.
Além disso, quanto mais aumentam a integração entre as páginas, mais os hackers vão atrás de maneiras para quebrar o banco de dados dos “grandes”. Isso acontece, pois, obviamente, a recompensa pelo sucesso será muito maior.

Você tem que dar acesso a alguém que o odeia

Mas no fim, todo o problema, obviamente, se resume ao lado humano. Mesmo com a tecnologia mais avançada de segurança, até mesmo com scanners óticos, bastará um usuário mal-intencionado para que todo o sistema seja colocado em risco.

Basta considerarmos a febre de conhecimento hacker que foi divulgada meses atrás através do famoso WikiLeaks. Locais com extrema segurança tiveram dados revelados apenas porque alguma pessoa presente nesses lugares estava disposta a fazê-lo.
Portanto, mesmo com todo o avanço da segurança na internet, os invasores continuam ativos e usando táticas conhecidas há mais de décadas. Enquanto não houver uma verdadeira revolução nessa defesa, cabe a cada organização e a cada pessoa cuidar de seus dados e tomar atitudes visando a proteção de qualquer item que possa ser considerado privado.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

20 frases inspiradoras de Steve Jobs

Nós do Super HD, como uma homenagem à memória dessa grande pessoa que mudou a vida de muitos, fizemos uma coletânea de 20 citações que marcaram durante sua vida. Se você souber de outras, fique a vontade para contribuir com a matéria, colocando-as nos comentários.

  • “Às vezes, quando você inova, comete erros. É melhor admiti-los rapidamente e continuar a melhorar suas outras inovações.”
  • "Ser o homem mais rico do cemitério não importa para mim... Ir para a cama à noite, dizendo que fizemos algo maravilhoso... É isso que importa para mim.”
  • "Eu valia mais de US$ 1.000.000 quando eu tinha 23, e mais de US$ 10.000.000 quando eu tinha 24 anos, e mais de $ 100.000.000 quando eu tinha 25 anos, e não era assim tão importante porque eu nunca fiz isso por dinheiro."
  • "O único problema com a Microsoft é que eles simplesmente não têm gosto. Eles não têm absolutamente nenhum gosto. E eu não quero dizerem uma maneira pequena, quero dizer em forma geral, no sentido de que eles não pensam em ideias originais, e eles não trazem muita cultura em seus produtos.”
  • "Fizemos os botões na tela parecerem tão bons que você vai querer lambê-los."
  • "Inovação se distingue entre um líder e um seguidor".
  • "Quero dizer, algumas pessoas afirmam: Oh, Deus, se [Jobs] for atropelado por um ônibus, a Apple estaria em apuros. E, você sabe, eu acho que não seria uma festa, mas há pessoas realmente qualificadas na Apple. Meu trabalho é fazer com que toda a equipe executiva seja boa o suficiente para serem sucessores, e é isso que eu tento fazer.”
  • "Nós não temos a chance de fazer muitas coisas, e cada uma deve ser realmente excelente. Porque esta é a nossa vida. A vida é breve, e então você morre, sabe? E todos nós escolhemos o que fazer com as nossas vidas. Então é melhor que seja muito bom. É melhor valer a pena."
  • "Eu sou a única pessoa que conheço que perdeu um quarto de bilhão de dólares em um ano... É muito bom para a construção do caráter."
  • “Tenho tanto orgulho do que nós não fazemos quanto tenho do que fazemos.”
  • "A qualidade é mais importante do que a quantidade. Um gol de placa é melhor do que um gol feio.” (original: “One home run is much better than two doubles.”)
  • "Eu sempre quis possuir e controlar a tecnologia de ponta em tudo que fazemos."
  • “É preciso dizer não para mil coisas para termos a certeza de que não estaremos no caminho errado ou não tentaremos fazer demais.”
  • "Você quer passar o resto da sua vida vendendo água com açúcar ou você quer uma chance de mudar o mundo?" (Falada para convencer Sculley a sair da Pepsi e se tornar o CEO da Apple)
  • "Estou convencido de que cerca de metade do que separa os empreendedores de sucesso daqueles malsucedidos é a pura perseverança."
  • "Eu quero colocar uma marca no universo."
  • "Meu trabalho não é o de pegar leve com as pessoas. Meu trabalho é torná-las melhores."
  • "Design não é apenas o que parece e o que se sente. Design é como funciona.”
  • "Os produtos cansam! Não há mais sexo neles! "
"One more thing..."

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Morre Steve Jobs, criador da Apple, iPod, iPhone, iPad...

O gênio visionário – responsável por revolucionar segmentos da indústria e colocar a tecnologia na palma da mão do consumidor – tinha 56 anos e lutava contra um câncer de pâncreas. Perfeccionista e inventivo, transformou a empresa criada na garagem de seus pais em uma das mais valiosas do planeta

Jobs, em 2009: protagonista de uma das sagas mais fascinantes de nosso tempo Jobs, em 2009: protagonista de uma das sagas mais fascinantes de nosso tempo (Robert Galbraith/Reuters)
Steve Jobs – o gênio da tecnologia responsável por revolucionar ao menos três segmentos da indústria (computação pessoal, música, e telefonia) e inovar outra (animação para filmes) – morreu nesta quarta-feira, aos 56 anos de idade. Ex-CEO e força criativa por trás da Apple, ele lutava desde 2003 contra um câncer raro no pâncreas, que o levou a deixar, em agosto, a direção da companhia que ele fundou em 1976 e ajudou a transformar em uma das mais valiosas do planeta. Jobs deixa a mulher, Laurene, e quatro filhos – três mulheres e um homem.
No site da empresa, uma nota faz uma homenagem a Jobs: "A Apple perdeu um gênio visionário e criativo, e o mundo perdeu um ser humano incrível. Aqueles que tiveram o prazer de conhecer e trabalhar com Steve perderam um amigo querido e um mentor inspirador. Steve deixa para trás uma companhia que somente ele pôde erguer e seu espírito será para sempre a essência da Apple".
Jobs protagonizou uma das sagas mais fascinantes de nosso tempo, uma aventura digna de filme. Reúne drama familiar, construção de um império, traição empresarial, superação e, sim, romance. Colocado para adoção logo após o nascimento, o menino nascido em São Francisco, na Califórnia, foi acolhido por uma família simples com a condição de que pudesse cursar a universidade. Uma vez lá, o jovem Steven Paul abandonou os estudos, trocando a graduação promissora por um incerto curso de caligrafia e uma viagem mística pela Índia. De volta aos Estados Unidos, inventou na garagem dos pais, ao lado de um amigo, Steve Wozniak, o que viria a ser o primeiro computador pessoal do mundo. Aos 20 anos, a dupla fundou a Apple. Três anos depois, acumulava 100 milhões de dólares. Aos 30, Jobs foi expulso da companhia pelo homem que ele mesmo contratara, John Sculley. Fora da "maçã", fundou outra empresa de computadores e comprou, do cineasta George Lucas, uma produtora de animações, a Pixar, por 10 milhões de dólares – 11 anos depois, a empresa seria vendida por 7 bilhões de dólares com filmes como Toy Story no currículo. Aos 42, Jobs foi convocado de volta à Apple para salvar a empresa da falência. Nos anos seguintes, lançou o iPod, iniciando a revolução no mercado de distribuição de música, o iPhone, catapultando o setor de smartphones, e o iPad, promovendo movimentação no setor editorial. Ao final do ciclo, a Apple chegou a ocupar o posto de empresa mais valorizada do planeta, avaliada em cerca de 350 bilhões de dólares. A última década de vida, talvez a mais frutífera, foi marcada também pela batalha contra o câncer no pâncreas. Uma trajetória de tirar o fôlego.

Cobertura completa

"A Apple tem a ver com pessoas que pensam fora do quadrado"
Jobs não criou tudo sozinho, é claro, mas não há dúvidas de que seu espírito – exigente e inventivo – foi decisivo para moldar a tecnologia que chegou às mãos do consumidor no último quarto de século. Foi ele, por exemplo, quem insistiu com Wozniak na ideia de levar o Apple I, primeiro computador pessoal, ao grande público. Foi dele também a decisão de abandonar, no início da década passada, o desenvolvimento do tablet e, em seu lugar, abraçar o projeto que desaguaria no iPhone, aparelho que de fato apresentou ao mundo o celular inteligente (o tablet ficaria para depois).
Wozniak, o amigo e cofundador da Apple, concorda com todos os talentos atribuídos a Jobs – apurado senso estético, capacidade de liderar, visão de mercado, poder de comunicação... Mas aponta um que, a seu ver, distancia o ex-CEO da esmagadora maioria dos líderes empresariais e também da maior parte dos mortais: "Ele sabe o que as pessoas querem ver nos produtos e também o que não querem. É um entendimento total do que motiva o ser humano."
O nome de Jobs está presente em nada menos do que 313 patentes, que tratam de invenções, usadas em produtos como desktops, iPods, iPhones e iPads. Até alguns itens de decoração utilizados nas lojas da Apple foram registrados pelo ex-CEO. As patentes se referem a tecnologia, funcionalidades e também ao design dos aparelhos, um aspecto essencial para Jobs. "Design não é apenas a aparência de um produto. Design é como ele funciona." Várias vezes, ele deixou claro seu interesse pela zona de contato entre técnica e design e sua admiração pelo renascentista Leonardo Da Vinci (1452-1519), o mestre que pintou a Monalisa e esboçou um protótipo do helicóptero.
"Steve Jobs é o Henry Ford da tecnologia", aposta Leander Kahney, autor do livro A Cabeça de Steve Jobs, que procura dissecar o método do americano. "Ele é o maior inovador na indústria da tecnologia voltada ao consumidor." Carmine Gallo, colunista da revista Businessweek, complementa a comparação: "Ele mudou totalmente o modo como interagimos com equipamentos digitais. Se não fosse por Jobs, ainda estaríamos digitando linhas de comando, em linguagem de máquina." Perfeccionista, Jobs criou produtos de uso simples, mas com aparência sofisticada, que mexeram com o imaginário de seus consumidores, criando uma legião de fãs da Apple.
Tanta exigência teve seu preço. Jobs passou a ser conhecido como um chefe implacável, que podia demitir um funcionário no elevador caso ele não tivesse na ponta da língua resposta sobre um produto em desenvolvimento na companhia. Em outras situações de trabalho, era comum que os colaboradores fossem interrompidos logo que pronunciavam as primeiras palavras de um raciocínio: "Já entendi. Mas o que penso sobre esse assunto é o seguinte..."
O executivo não era surdo às críticas, e chegou a explicar suas razões. "Algumas pessoas não estão acostumadas com um ambiente onde se espera excelência", disse certa vez. Em outra oportunidade, mostrou o peso de ser líder: "É doloroso trabalhar com algumas pessoas que não as melhores do mundo e precisar livrar-se delas. Mas constatei que minha função, às vezes, consiste exatamente nisso: descartar algumas pessoas que não correspondem às expectativas." A melhor autodefinição, contudo, talvez seja a seguinte: "Meu trabalho é não ser fácil com as pessoas. Meu trabalho é torná-las melhores."
"Steve nunca permitiu que a Apple fizesse produtos apenas razoáveis, nem mesmo bons: ele só aceitava os excelentes", afirma Wozniak, o amigo de juventude com quem Jobs criou o primeiro computador pessoal. Até mesmo rivais reconheceram a estatura do executivo não apenas na condução dos negócios da Apple, mas também seu carisma para liderar e motivar sua equipe e cativar consumidores. Foi o caso de Bill Gates, o fundador da gigante de software Microsoft: "Ao pensar em líderes que conseguem inspirar seus funcionários, Steve Jobs é o melhor que já conheci. Ele acredita na excelência de seus produtos e é capaz de comunicar isso."
Sem seu principal criador, a Apple caminhará sob comando de Tim Cook, antigo chefe de operações da companhia, que assumiu o cargo de CEO no final de agosto. Um dia depois do afastamento de Jobs, as ações da companhia caíram cerca de 2%, exprimindo a preocupação dos investidores com o futuro da companhia. "Em curto prazo, contudo, não vemos nenhum impacto que possa prejudicar a Apple. São oscilações normais de mercado", avalia Bruno Freitas, analista de mercado do grupo IDC.
O conforto é fruto de uma tática quase imperceptível adotada pelo cérebro da empresa: o treino das lideranças da companhia. Nos lançamentos da marca nos últimos anos, por exemplo, Jobs dividia as apresentações: ele mostrava as novidades e deixava as explicações técnicas para os especialistas. Além disso, em 2008, foi criada a Apple University, com o objetivo de ensinar os empregados da empresa a "pensar como Steve Jobs" e a tomar decisões como ele. A idéia era impregnar nos executivos o "jeito Steve Jobs de ser".
"Não há dúvidas de que, sem ele, não haveria Apple. Mas a questão é que ele criou um time e uma série de processos pensando no sucesso", diz Carolina Milanesi, analista do Gartner, grupo especializado em análise de mercado. Freitas completa: "Podemos falar que a Apple absorveu o DNA de Steve Jobs. Por isso, ela pode continuar bem, mesmo sem ele no comando."
Só o futuro poderá dizer se o atual e os futuros dirigentes da empresa manterão o vigor de Jobs. É improvável que outro profissional reúna os mesmos talentos dele. Mas é imprescindível que seus líderes nutram pela companhia – e por tudo o que ela representa – o mesmo sentimento alimentado por seu criador: "Foi como a primeira paixão", disse Jobs certa vez sobre a Apple.


Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/vida-digital/morre-steve-jobs-criador-da-apple-ipod-iphone-ipad

domingo, 2 de outubro de 2011

iUnfollow: site ajuda a organizar sua conta no Twitter

o iUnfollow é um aplicativo que permite que você organize a sua vida no Twitter. Com ele, é possível deixar de seguir contas específicas, visualizar as pessoas que te seguem mas você não segue de volta, cancelar pedidos para seguir usuários com contas protegidas e criar uma lista de perfis favoritos, que você não quer deletar em momento algum.

É claro, muitas dessas funções podem ser feitas por meio do próprio microblog, mas o iUnfollow facilita a realização dessas tarefas. Para usá-lo, basta logar com sua conta do Twitter e autorizar o acesso dele às suas informações. Quer experimentar? Clique aqui e organize sua vida digital!



Fonte:http://olhardigital.uol.com.br/jovem/digital_news/noticias/iunfollow_site_ajuda_a_organizar_sua_conta_no_twitter

sábado, 1 de outubro de 2011

Dicas - Como usar uma imagem como senha no Windows 8

Crie avatares divertidos para usar nas redes sociais





Links da Matéria Sua versão em boneco de Lego  Transforme-se em um Sim  Transforme-se em um boneco de argila  Vire um dos Simpsons  Vire um personagem de Mangá  Vire um personagem do desenho South Park  Vire um M&M 


         Leia a matéria na integra
Apesar do serviço deixar um pouco a desejar, o Reasonably Clever oferece diversos tipos de personalização para você virar um bonequinho Lego, como mais de 100 tipos diferentes de cabeças e 135 opções de corpo. Alguns personagens conhecidos, como o Homem-Aranha e o Darth Vader, estão entre as opções. Tudo para você não se enjoar e montar quantos Legos quiser.
O The Sims Social, o jogo do momento no Facebook, lançou um aplicativo que reproduz avatares feitos pelo próprio usuário. Se você quiser ver como ficarão seus Sims - os bonequinhos que representam as pessoas no game -, clique na página do The Sims no Facebook, diga se você é homem ou mulher, e siga os demais passos para alterar a pele, cabelo, olhos, nariz e todo o resto. Se quiser, faça do Sim criado sua imagem de perfil na rede social e pronto! Agora que você já viu como funciona, é só jogar o The Sims Social e se divertir com seus amigos.
E tem mais. No site do M&Ms, você pode criar um M&Ms personalizado. No Simpsons Movie e no Sp-Studio, que você já viu aqui no Olhar Digital, você pode se transformar num personagem no estilo dos desenhos animados do South Park ou dos Simpsons.
Com o Clay Yourself, você cria um avatar de argila, dando a impressão de um objeto tridimensional. Os bonequinhos são bem engraçados. Dá uma olhada... Faça seu personagem parecer um tiozão dos anos 80, ou uma garota hippie dos anos 60 para experimentar.
Todos esses aplicativos estão disponíveis via web, sem a necessidade de download. Além disso, eles permitem que você monte um personagem automaticamente de maneira aleatória, com apenas um clique. Aqui você encontra os links para esses mecanismos. Aproveite!

Fonte:http://www.olhardigital.com.br/produtos/central_de_videos/crie_avatares_divertidos_para_usar_nas_redes_sociais

aprenda mecher com o virtual dj