adsense

siga a gente no twitter

curta nossa página no facebook

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Câmara aprova projeto de lei que criminaliza invasão de computadores

Proposta segue para votação no Senado. Pena para quem descumprir nova lei será de três meses a um ano, além do pagamento de multa

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (15/05) o projeto de lei que criminaliza a invasão de computadores alheios ou outros dispositivos de informática, com a finalidade de adulterar, destruir ou obter informações sem autorização do titular. O texto, de autoria de quatro deputados, prevê detenção de três meses a um ano, além de multa.

A proposta agora segue para votação no Senado. A aprovação da matéria na Câmara acontece em meio ao roubo de 36 fotos íntimas da atriz Carolina Dieckmann, que foram parar na internet. Como ainda não há definição no Código Penal de crimes cibernéticos, os envolvidos serão indiciados por furto, extorsão qualificada e difamação.

O projeto de lei aprovado na Câmara torna crime "devassar dispositivo informático alheio, conectado ou não a rede de computadores, mediante violação indevida de mecanismo de segurança e com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização expressa ou tácita do titular do dispositivo, instalar vulnerabilidades ou obter vantagem ilícita".

A pena de até um ano de detenção será aumentada caso a invasão resultar em prejuízo econômico à vítima. O texto ainda prevê pena de reclusão de seis meses a dois anos, além de multa "se da invasão resultar a obtenção de conteúdo de comunicações eletrônicas privadas, segredos comerciais e industriais, informações sigilosas assim definidas em lei, ou o controle remoto não autorizado do dispositivo invadido".

Neste caso a pena aumenta de um a dois terços se houver "divulgação, comercialização ou transmissão a terceiro, a qualquer título, dos dados ou informações obtidos, se o fato não constitui crime mais grave".

Pelo projeto, a ação penal nesse tipo de crime só poderá ter inicío se a vítima se apresentar às autoridades.

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/produtos/seguranca/noticias/camara-aprova-projeto-de-lei-que-criminaliza-invasao-de-computadores 

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Funcionário da Google fala sobre a rotina de trabalho

Engenheiro de software narra como foi o processo de seleção e conta como é trabalhar na maior empresa de internet do mundo.

Um engenheiro da Google – de nome não revelado – se submeteu a uma bateria de perguntas com alguns membros do Reddit. Foram realizadas diversas questões acerca de vários temas relacionados à rotina de trabalho na empresa de Mountain View e também sobre os principais produtos oferecidos. Segundo o Mashable, o engenheiro sempre deixou claro que não falava em nome da empresa. Confira a tradução adaptada de algumas das perguntas mais importantes e das respostas obtidas.
P: Como foi o processo de contratação?
  • R: Isso começou com um estágio, que envolveu o envio de meu currículo e duas etapas de entrevistas por telefone. Depois do estágio eu fiz uma “conversão”, que envolveu várias entrevistas e uma análise do meu período de experiência.
P: Por que muitos doodles são criados para homenagear artistas menos conhecidos?
  • R: Quem você acha que faz os Doodles?
P: Você usa o Google+ ou o Facebook com mais frequência?
  • R: Google+. Eu não uso o Facebook mais. Mas isso é uma decisão pessoal e eu posso ver que outras pessoas não fazem o mesmo. As coisas que eu compartilho são direcionadas para pessoas com quem eu quero compartilhar. Isso é o mais importante para mim.
P: Algumas pessoas dizem que a Google está cometendo um grande erro ao empurrar o Google Plus para os usuários. Em vez de ficar mais relevante, isso está na verdade ferindo a imagem pública da empresa. O que você pensa sobre o projeto e as ações de marketing envolvidas?
  • R: Você vai se queixar que o Google está empurrando o Google na cara das pessoas? Não pense no Plus apenas como a página http://plus.google.com. Essa é uma camada social comum a todo o Google. Uma vez que você compreenda isso, você vai ver por que parece que ele está sendo “jogado”. Quantos produtos Google você acha que são sociais de alguma forma (ex. envolve relacionamentos com outras pessoas)? Eu afirmo isso porque penso que ter essa camada social comum é importante.
P: É considerado um tabu na cultura Google ir para casa às 5 da tarde, o que é considerado “tarde” na maioria dos locais da indústria de software?
  • R: Eu não acho que é tabu ir para casa às 5 horas. Algumas vezes eu vou embora muito mais cedo. Minha política pessoal é: se eu percebo que estou totalmente ineficiente, eu não vou desperdiçar o meu tempo ou o tempo da Google sentado em minha estação de trabalho. E nos dias que estou fazendo bons progressos, eu continuo trabalhando de casa durante a noite.
P: Quais são as regras de vestimentas?
  • R: Não acho que tenhamos alguma. Eu acho que isso se baseia em outros códigos; primeiro, “não seja um idiota”. Mas eu vejo pessoas de ternos, pijamas, moletons etc.
P: Quantas horas por semana você trabalha?
  • R: Eu não tenho certeza, mas é algo por volta de 40 horas, em média.
P: Quanto tempo de “brainstorming” vocês têm por dia?
  • R: Isso varia muito, de acordo com a do projeto em que estamos. Por um tempo, no ano passado, eu passei 90% do meu tempo em brainstorming. Agora, eu passo 0%, uma vez que estou apenas tentando verificar códigos.
P: Alguém trabalha de casa ou ir ao escritório é obrigatório?
  • R: Muitas pessoas trabalham de casa. Se você pode fazer seu trabalho, não há problemas de onde você está. É claro que existem vantagens em estar no escritório – contato com colegas, estar pronto para reuniões pessoais etc. Mas não há obrigações em estar no escritório o tempo todo.
P: Sonecas são encorajadas?
  • R: Há locais especialmente criados para esse propósito. Alguns escritórios também oferecem salas silenciosas onde você pode reclinar-se em uma cadeira confortável e cochilar.
P: Isso parece muito bom! Essas cadeiras são confortáveis?
  • R: Eu não as uso. Costumo dormir nas cadeiras de massagem.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Carro sem motorista do Google recebe licença para andar nas ruas de Nevada, EUA

Um carro que não precisa de motorista para ser guiado recebeu autorização do estado norte-americano de Nevada para ser utilizado nas ruas e estradas locais. O primeiro modelo a receber a licença é o Toyota Prius, cujo sistema de navegação foi aperfeiçoado pelo Google.

Segundo a BBC, para orientar a navegação, o veículo traz câmeras no teto, radares e um laser que o ajuda a "ver" pedestres, ciclistas e os demais carros na estrada. Os engenheiros do Google já testaram o carro nas ruas da Califórnia, inclusive na famosa ponte Golden Gate, em São Francisco.

Nestes testes, o carro esteve sob supervisão de um motorista profissional, que estava pronto para assumir o comando do veículo caso ocorresse qualquer problema. Segundo o engenheiro Sebastian Thrun, o carro percorreu 255 mil quilômetros nos testes. Apenas um incidente foi registrado: um outro automóvel, dirigido por uma pessoa real, bateu de leve no veículo próximo a um semáforo.

Para o diretor do Departamento de Veículos Motores do estado de Nevada, Bruce Breslow, os veículos em teste atualmente são os "carros do futuro". Por enquanto, apenas o Google recebeu licença, mas no futuro o governo estadual pretende emitir licenças a motoristas do estado.

Uma nova legislação que trata do assunto – que entrou em vigor em março deste ano – afirma que o carro sem motorista precisa ser supervisionado obrigatoriamente por duas pessoas – uma delas seria um motorista para casos de emergência, e o outro monitoraria o computador de bordo. A Califórnia pretende seguir o mesmo caminho.

"A grande maioria dos acidentes ocorre por erro humano", disse Alex Padilla, do Legislativo do Estado da Califórnia. "Com o uso de computadores, sensores e outros sistemas, um veículo autônomo é capaz de analisar o ambiente de direção mais rapidamente e operar o veículo com maior segurança", afirmou.

A primeira viagem do automóvel deve acontecer em Las Vegas.


Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_news/noticias/carro-sem-motorista-do-google-recebe-licenca-nos-estados-unidos

segunda-feira, 7 de maio de 2012

The Unknowns, os hackers sucessores do Anonymous

Vítimas de ataques do novo grupo incluem NASA, Harvard e Força Aérea dos EUA.

Os sites governamentais ou de órgãos oficiais ganharam mais um inimigo mortal. Depois de tanto sofrer nas mãos dos ataques do Anonymous, um novo grupo parece ter surgido com objetivos similares – e uma lista de vítimas de respeito.
A equipe que se autodenomina The Unknowns (“os desconhecidos”, em tradução livre) afirma ter invadido o site do Glenn Research Center (NASA), das Forças Armadas norte-americanas, da Agência Espacial Europeia, da Universidade de Harvard e de ministérios da França e do Bahrein, entre outros. De acordo com o PCWorld, só o órgão espacial se manifestou até agora, afirmando que nenhum arquivo confidencial foi roubado.
Buscando novos membros, a equipe está disposta até a revelar aos interessados como penetrou nos bancos de dados de sites tão importantes. O documento postado no site Pastebin conta com uma lista de dados obtidos das páginas invadidas e um recado para as futuras vítimas: eles estão chegando.

terça-feira, 17 de abril de 2012

Hackers: de marginais a heróis da era digital Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/ataque-hacker/22199-hackers-de-marginais-a-herois-da-era-digital.htm#ixzz1sMA4m7z2

Tenha você começado a usar o computador há pouco tempo ou já sendo um verdadeiro veterano desse mundo, com toda a certeza você já leu e ouviu várias vezes a palavra “hacker”. Essas figuras cercadas de mistérios, surgidas na longínqua década de 1960, até pouco tempo atrás eram associadas exclusivamente com o crime e era raro encontrar quem as defendesse.
Porém, mais recentemente, parece que houve uma grande inversão nessa situação. Basta verificar as notícias relacionadas ao Anonymous e ao LulzSec publicadas pelo Tecmundo para ver que, atualmente, não só as atividades desses indivíduos são vistas com bons olhos, como para muitos eles se transformaram em verdadeiros heróis da internet.

Hackers são “do bem” ou “do mal”?

Falar que hackers são “bons” ou “maus” é reduzir a uma visão muito estrita as atividades de um grupo muito amplo de pessoas. Caso eles não existissem, a história da computação poderia ser bastante diferente: nomes como Bill Gates e Steve Jobs, normalmente associados a corporações sisudas, iniciaram sua carreira modificando aparelhos construídos por outras empresas, algo considerado ilegal na época — entre os resultados desse tipo de atividade, está o computador pessoal como o conhecemos atualmente.
(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)
Porém, não é possível esquecer que existe o lado assustador da história. Muitos hackers utilizam seu conhecimento para obter informações sigilosas que são usadas em proveito próprio ou simplesmente se divertem prejudicando o trabalho dos outros. Para evitar confusões, é preferível usar o termo “cracker” ao se referir a esse tipo de pessoa em específico.

O “hacktivismo”

Embora não seja possível apontar com exatidão o momento em que a noção de hackers como heróis da internet passou a ser a mais aceita, é fácil entender os principais responsáveis pela mudança. O LulzSec e o Anonymous são os principais responsáveis pelo que ficou conhecido como “hacktivismo”, palavra que designa invasões feitas como forma de protestar contra uma situação ou que tenham como objetivo expor informações sigilosas sobre corporações que prejudicam a população em geral.
(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)
Vale notar que esse conceito não surgiu ao mesmo tempo em que os grupos (no caso do Anonymous, diversas facções reunidas por uma ideia em comum). Inicialmente, as ações perpetuadas por ambos nada tinham a ver com ideologias ou liberdade.
O Anonymous, por exemplo, era conhecido por invadir servidores do jogo Habbo Hotel, enchendo a tela com xingamentos (alguns deles de cunho racista) e memes surgidos nas profundezas do 4Chan. O LulzSec também teve sua dose de “brincadeiras”, chegando a publicar no site neozelandês da PBS a notícia de que o cantor Tupac Shakur estava vivo.
(Fonte da imagem: Reprodução/Wikileaks)
Conforme o tempo passou, pôde-se perceber um “amadurecimento” dos hackers, que passaram a apoiar a luta de sites como o Wikileaks. Além disso, casos como a Operação Darknet ajudaram a tirar do ar páginas dedicadas à pornografia infantil, identificando tanto seus administradores quanto aqueles que acessavam o conteúdo ilegal.

O poder das redes sociais

Um dos fatores que mais contribuiu para a popularidade e aceitação do “hacktivismo” é a existências das redes sociais. Além de servir como um canal seguro para a divulgação de informações relacionadas aos ataques realizados (ou que estão sendo planejados), sites como o Twitter permitem que os hackers vejam em tempo real qual a opinião do público sobre suas atividades.
(Fonte da imagem: Reprodução/Twitter)
Através da adoção de discursos que pregam a liberdade individual e defendem o poder do cidadão comum contra as grandes corporações, esses indivíduos conseguiram um grande apoio popular. Prova disso é que, hoje, praticamente qualquer atividade realizada pelo Anonymous é divulgada por centenas (e até mesmo milhares) de pessoas.
De certa forma, é até mesmo possível afirmar que essa grande publicidade teve certa influência nos alvos das invasões. Afinal, enquanto derrubar um site pertencente a uma instituição de caridade geraria pouco apoio, é difícil encontrar alguém que tenha uma opinião muito boa sobre os sites do Congresso brasileiro ou nutra muita simpatia pelas instituições bancárias do país.

Eu corro algum risco?

O aumento do número e da abrangência das atividades do Anonymous geram preocupações em muitas pessoas. Afinal, se sites de grandes empresas de segurança são acessados com tremenda facilidade, qual a chance que um cidadão comum pode ter contra pessoas desse tipo?
O fato é que, mais do que se preocupar com os grupos populares da internet, é preciso ficar atento para não cair na rede de crackers que atuam de forma silenciosa. Ao contrário do que acontecia durante a década de 1990, esse tipo de criminoso não perde mais tempo invadindo sites localizados em serviços de hospedagem gratuitos.
(Fonte da imagem: ThinkStock)
Atualmente, é muito mais comum que eles convençam você mesmo a abrir as portas do seu computador para obter as suas informações pessoais. Além do famoso phishing (prática que faz cópias idênticas de sites famosos), os crackers modernos são os responsáveis por enviar as famigeradas mensagens falsas que povoam as caixas de spam (aliás, as fotos da festa ficaram ótimas) e por explorar brechas de segurança que fazem com que milhões de computadores sejam infectados por malwares.
Claro, não podemos deixar de lado os efeitos colaterais que algumas das atividades do Anonymous e LulzSec geraram. Quem tem uma conta da PlayStation Network sabe que não foi nada agradável ter que mudar de senha e aguardar um longo tempo enquanto a Sony corrigia as brechas de segurança exploradas pelos hackers durante o ataque massivo à rede ocorrido em 2011.

O que mudou com o “hacktivismo”?

Até o momento, é muito difícil afirmar com convicção que as atividades de hackers como aqueles que apoiam a ideia do Anonymous surtiram grandes consequências em nossa vida diária. Embora alguns executivos tenham perdido o trabalho, é difícil ver mudanças concretas na maneira como grandes corporações atuam, e ainda estamos longe de obter a liberdade tão prometida pelos hackers.
Porém, seria um erro dizer que tudo permanece igual. Cada vez mais empresas começam a revisar seus sistemas de segurança, e é difícil encontrar quem se sinta realmente seguro contra um ataque hacker. Além disso, as atividades do “hacktivismo” foram muito importantes para evitar que leis como o SOPA fossem aprovadas e para que eventos como o Occupy Wall Street tivessem grande repercussão.
Ao que tudo indica, os verdadeiros resultados só vão poder ser analisados dentro de alguns anos. Até lá, prepare-se para ver várias notícias envolvendo nomes como o Wikileaks, Anonymous, LulzSec e os outros grupos que devem surgir no futuro.
 

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Aprenda a desenvolver a memória fotográfica em apenas um mês É possível ter uma mente como a de grandes gênios, repleta de registros, como acontecia com Albert Einstein. O Tecmundo mostra para você que só é necessário um pouco de treinamento.

Ter uma memória fotográfica é algo muito desejado, porém, bastante raro e, grande parte das pessoas que a tem já nasce com ela. No entanto, segundo o site eHow, é totalmente possível treinar a mente para lembrar de detalhes em fatos do dia a dia.
O treinamento conta com sete passos simples e exige apenas dedicação. Em um mês você já deve ser capaz de registrar informações com muito mais facilidade. Assim, fica muito mais fácil memorizar qualquer texto ou situação. Você não vai precisar perder muito tempo decorando conteúdo para provas, nem mesmo precisar de papel para anotar endereços ou números de telefone que visualizar em algum lugar. Pronto para o desafio?
Antes de começar, tenha em mente que, mesmo que a média de aprendizagem seja de um mês, o sistema pode ser demorado e cada pessoa tem seu tempo para absorver a técnica. Não perca a paciência, nem desista no meio do caminho. O processo que vamos ensinar é usado em treinamento militar há mais de 70 anos e é muito eficiente, basta ter persistência. Depois de muito treino, você será capaz de executar a técnica em qualquer lugar, a qualquer hora do dia.
Atenção: o processo deve levar cerca de um mês e você precisa repetir diariamente o treinamento, durante 15 minutos. Neste primeiro mês, seus olhos devem demorar cerca de cinco minutos para se ajustarem a leitura na luz natural.
1 Prepare uma folha de papel com um parágrafo impresso isoladamente, ou pegue uma folha em branco e recorte um retângulo no meio, criando o espaço necessário para um parágrafo de livro ou revista que você escolheu para memorizar durante o treinamento.
2 Encontre um quarto escuro, totalmente livre de distrações. Pode ser uma sala, seu quarto ou, até mesmo o banheiro. O importante é que o local seja escuro e que proporcione total foco no processo. Lembre-se de que você não ser interrompido por 15 minutos.
3 Sente-se ao lado do interruptor de luz com o seu livro e a folha em branco.
4 Cubra a página inteira, deixando à mostra apenas o parágrafo escolhido. Feche os olhos e abra. Então, ajuste a distância do livro de forma que seus olhos se concentrem instantaneamente e com facilidade no conteúdo.
5 Desligue a luz. Você vai ver um brilho enquanto seus olhos se acostumam à escuridão. Sem perder o foco do texto, ligue a luz por um segundo e desligue rapidamente.
6 Com isso, você deve ter uma espécie de impressão do conteúdo em seus olhos. Quando a imagem do texto desaparecer, ligue e desligue novamente a luz, com um intervalo de apenas um segundo.
7 Repita o processo até que você consiga se recordar de cada palavra do texto escolhido. Após alguns minutos, você será capaz de visualizar mentalmente o parágrafo.
 

domingo, 15 de abril de 2012

marcha contra corrupção 21.04.2012

MARCHA CONTRA A CORRUPÇÃO - SP - Capital
A Marcha Contra a Corrupção estará acontecendo em várias cidades do Brasil no mesmo dia e faz parte do movimento "Quero o Fim da Corrupção".
Link da comunidade: http://tinyurl.com/75476on

OBJETIVOS
O grupo tem como principais objetivos:
- Expandir e divulgar o grupo, assim como nossos projetos e idéias;
- Aprovar nosso projeto de lei, link http://tinyurl.com/7zm8966;
- CONSTITUCIONALIDADE DA FICHA LIMPA;
- Corrupção para Crime Hediondo;
- Aprovação do nosso projeto de lei;

MARCHA E PROTESTO
Local de concentração MASP.
Levem amigos, faixas, cartazes, panfletos, idéias e tudo que possa nós ajudar!

REGRAS DO EVENTO
LEMBRANDO QUE NÃO USAREMOS DE VIOLÊNCIA E VANDALISMO!
QUEREMOS A SOCIEDADE JUNTO CONOSCO E NÃO CONTRA NÓS!
PAIS DE FAMÍLIA ESTARÃO PRESENTES!
MARCHAREMOS COMO UM EXÉRCITO MAS JAMAIS LEVANTAREMOS A MÃO!
NÃO QUEREMOS BANDEIRAS! ESSE É O MOVIMENTO DA UNIÃO!

O grupo é de todos, os coordernadores só estão ai para ajudar na organização e bem-estar. Toda sujestão é bem-vinda e será levada em conta.
CHAMEM O MÁXIMO DE AMIGOS POSSIVEL. VAMOS LA SÃO PAULO!

- Coordenador do projeto: Rafael Frota Carvalho

- Coordenador São Paulo - Rafael Frota Carvalho e Felipe Pedroso de Carmargo

Projeto secreto da Valve é uma tecnologia que pode ser vestida

Ontem, alguns rumores circularam sobre a disponibilização de vagas para engenheiros de hardware na Valve. Isso reforçou a ideia de que um console da empresa poderia estar em processo de pré-produção, mas ninguém conseguia afirmar isso com certeza. Hoje, a própria empresa foi a público para contar sobre o que se trata o novo projeto.
Segundo o The Verge, Michael Abrash (um desenvolvedor da Valve) revelou que se trata de um novo hardware que pode ser vestido. Não há qualquer detalhe sobre o que está sendo realmente criado. A própria desenvolvedora afirma que, por enquanto, são apenas projetos de Pesquisa e Desenvolvimento. Mas por se tratar de algo “wearable” (vestível), as maiores probabilidades são de que sejam óculos ou visores HUD.
Por isso, é bom não esperarmos nenhuma novidade bombástica para os próximos meses – nada de tecnologia inovadora na E3. Vale lembrar que ainda não foi explicada a visita que Tim Cook (CEO da Apple) teria feito aos escritórios da Valve. Será que tudo isso tem alguma relação com a Apple?
 

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Menina de 4 anos tem QI quase igual ao de Albert Einstein e Stephen Hawking

Pequena inglesa já sabia ler e realizar operações matemáticas simples com apenas 2 anos de idade.


Heidi Hankins, uma garotinha inglesa de apenas 4 anos de idade, acabou de ser aceita pela Mensa —organização internacional que reúne pessoas com QIs na faixa dos 2% mais altos da população — após alcançar 159 pontos nos testes oficiais, ficando apenas 1 ponto abaixo de gênios como Albert Einstein e Stephen Hawking. De acordo com a organização, a pontuação média de um adulto é 100, e para ter o QI considerado alto, a pessoa deve alcançar 130 pontos.
De acordo com o Daily Mail, que conversou com os pais da menina, Heidi já sabia ler, somar, subtrair e recitar poemas aos dois anos de idade. As professoras da escolinha que a menina frequenta sugeriram que ela fizesse o teste de QI depois de perceber que ela era tão inteligente, que existiam poucas atividades que realmente a desafiassem.
Heidi realizou um teste específico para crianças de sua idade, e John Stevenage, CEO da Mensa britânica, afirmou que é pouco provável que os resultados da menina mudem com o passar do tempo.

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Ciência propõe um brinde: cerveja não faz a barriga crescer

Esqueça o que já foi falado sobre a “barriguinha de cerveja”. Segundo alguns cientistas da Alemanha, ela não passa de um mito. Em uma pesquisa que durou quatro anos e envolveu quase 20 mil pessoas, foi constatado que a chance de uma pessoa que bebe cerveja ter a barriga aumentada é a mesma de pessoas que não bebem.
Mas isso não significa que a bebida não cause aumento de peso. Ela interfere diretamente no acúmulo de gordura corporal total – ou seja, faz com que todo o corpo possa ser engordado, não apenas a barriga. As mulheres que participaram da pesquisa, por exemplo, tiveram acúmulo de gordura muito mais frequentemente na região dos quadris.
Segundo mostrado pelo Info, a pesquisa também revelou quais são as quantidades de cerveja que homens e mulheres julgam como sendo um consumo moderado. Para elas, isso representa quantidades de até 250 mL da bebida. Já eles afirmam que entre 500 e 1000 mL ainda é algo aceitável para um dia.

Fonte: http://www.tecmundo.com.br/mega-curioso/21779-ciencia-propoe-um-brinde-cerveja-nao-faz-a-barriga-crescer.htm#ixzz1rHif5KHt

sábado, 24 de março de 2012

Você já pode ter GIFs animados no Facebook

Há algumas semanas, surgiram boatos de que Mark Zuckerberg teria dado uma entrevista ao canal de notícias norte-americano CNN, na qual o fundador do Facebook disse estar descontente com o comportamento dos brasileiros na rede social, e que a introdução de GIFs animados nela estaria vetada por essa postura inadequada dos brazucas.Pouco tempo depois, a situação foi desmentida pela Assessoria de Marketing da empresa, que em nota afirmou que Zuckerberg jamais faria um comentário tão inconsequente sobre a população que já assume a segunda colocação em número de usuários em seu site de relacionamento.Além disso, a equipe do Facebook indicou um aplicativo desenvolvido por espanhóis que permite o compartilhamento de imagens com animações. Clique aqui para acessá-lo. Para conseguir enviar GIFs animados pela rede social, basta você selecionar a opção “Imagenes Gifs!” e curtir a página do programa.Todavia, a empresa não tem a pretensão de liberar nativamente o uso desse tipo de conteúdo, pois ela acredita que tais figuras animados poluem visualmente a rede social.

Fonte http://www.tecmundo.com.br/facebook/21171-voce-ja-pode-ter-gifs-animados-no-facebook.htm#ixzz1q3h9B7Sm

domingo, 18 de março de 2012

As 10 pessoas mais talentosas da tecnologia


“Inovação”. Nem sempre essa palavra precisa estar relacionada diretamente ao fato de criar novas coisas. Desenvolver maneiras diferentes de solucionar os problemas de sempre também é uma forma de inovar. E na tecnologia, fazer isso é mais do que necessário para que as empresas consigam obter sucesso nos negócios.
E por trás de toda empresa, é preciso que existam pessoas capazes e talentosas que entendam como fazer as mudanças funcionarem. Neste artigo, trouxemos dez dos executivos mais importantes que estão atualmente indústria da tecnologia e que utilizaram suas mentes criativas para elevar as empresas em que trabalham e, ao mesmo tempo, ofereceram novas opções para os consumidores.

1. Tim Cook (Apple)

Assumir o posto de CEO de uma das maiores empresas de tecnologia do mundo – ao mesmo tempo em que o fundador e símbolo máximo dela está à beira da morte – não deve ser uma tarefa nada simples. Segundo a revista Fortune, Cook é o responsável por transformar a Applede um “aparato atroz de manufatura e distribuição” para uma “máquina rentável”.
(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

2. Jonathan Ive (Apple)

Você provavelmente não sabe quem é ele, mas Jonathan Ive é o responsável pelo design do primeiro computador iMac. Mais do que isso, ele está diretamente envolvido na criação dos principais aparelhos da empresa de Cupertino desde o início da década de 1990. Isso inclui oiPodiPhoneiPad, MacBook Pro e MacBook Air. Com essas criações, Ive é também um dos designers mais copiados do mundo.
(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

3. Jeff Bezos (Amazon)

Ele não possui nenhuma bola de cristal – ou pelo menos nunca revelou utilizá-la –, mas é responsável por algumas das previsões mais incríveis do mundo da tecnologia. Jeff Bezos fundou a Amazon e está sempre à frente dos seus concorrentes. Isso aconteceu com o siteAmazon, com o e-reader Kindle e também com o tablet Kindle Fire.
(Fonte da imagem: Divulgação/Amazon)

4. Marissa Mayer (Google)

Não se engane por este rosto delicado, Marissa Mayer é uma das maiores feras do mundo tecnológico. Conhecida por localizar problemas rapidamente e criar maneiras de saná-los com bastante habilidade, Mayer é atualmente a vice-presidente do departamento de Serviços Locais, Móveis e Contextuais da Google.

5. Joichi Ito (Creative Commons)

Grande parte das imagens que você vê pela internet todos os dias só está liberadas para utilização pública por causa do trabalho de Joichi Ito. Além de ser o chairman da Creative Commons, Ito também é diretor do MIT Media Lab, investidor de risco, ativista dos direitos humanos, membro da Mozilla Foundation e mestre de uma guilda de World of Warcraft.
(Fonte da imagem: Divulgação/MIT Media Lab)

6. Marc Benioff (Salesforce)

Ele se considera um “aluno de Steve Jobs”, sendo responsável pela criação de vários códigos em linguagem Assembly para os primórdios da Apple. Marc Benioff é também o criador da Salesforce, uma das principais empresas de computação em nuvens do mundo. Por que ele é genial? Porque investiu nisso quando ninguém imaginava que poderia dar certo e ergueu um negócio de 16 bilhões de dólares.

7. Sundar Pichai (Google)

O maior responsável pelo sucesso do navegador Google Chrome é este homem. Sundar Pichai levou o Chrome do nada para o topo das paradas, ultrapassando o Mozilla Firefox em praticamente todo o mundo – no final de 2011. Há rumores de que a Google teria gasto uma quantia de “dezenas de milhões de dólares” para que ele não fosse trabalhar no Twitter.

8. Gabe Newell (Valve)

Half-Life, Team Fortress e Portal. Esses três games alcançaram o sucesso graças à Valve e ao fundador dela, Gabe Newell. Mais do que jogos, Newell revolucionou o mundo com uma das plataformas mais incríveis de que se tem notícia. Sim, estamos falando do Steam, que deu muito dinheiro e um lugar em nossa lista de pessoas mais inovadoras e talentosas para Gabe.
(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

9. Sheryl Sandberg (Facebook)

Sabe qual a importância de Mark Zuckerberg para o Facebook? Ele criou o site. E sabe qual a importância de Sheryl Sandberg para o mesmo serviço? Ela é a gerente responsável pelos setores de vendas, marketing, desenvolvimento de negócios, recursos humanos, políticas públicas e comunicações. Podemos dizer que ela é quem transformou o Facebook em um negócio de um bilhão de dólares.
(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

10. Shigeru Miyamoto (Nintendo)

Quase tudo o que você sabe sobre diversão eletrônica se deve a este homem – mesmo que não seja um grande fã da Nintendo. Aclamado como um dos maiores designers de games do mundo, tem entre seus principais trabalhos os jogos das franquias Super Mario, Donkey Kong e The Legendo of Zelda.


 Fonte: http://www.tecmundo.com.br/personalidades/20850-as-10-pessoas-mais-talentosas-da-tecnologia.htm#ixzz1pUm0P2dg

sábado, 17 de março de 2012

Crie seu próprio aplicativo com poucos clicks

Agora, chegou a hora de acrescentar o conteúdo. Dá para associar sua conta do Twitter, a do Youtube, além de sons, serviços, eventos e diversos outros. Dá para customizar cada um deles do jeito que você quiser. Ao terminar, clique novamente em "continuar".

Em 30 de Março de 2012, todas as fã page do Facebook receberão o novo formato.

A nova interface será igual a dos perfis de usuários com linha do tempo e tudo mais.Hoje já é possível visualizar o novo formato ou continuar no formato antigo de fapages porem no dia 30/03/2012 a mudança será obrigatória.

Ex-funcionário deixou Bill Gates sem reação ao comparar o Windows a um banheiro

 Um ex-funcionário da Microsoft afirmou ter deixadoBill Gates sem jeito ao discordar da maneira como o CEO conduzia o desenvolvimento do Windows, e ainda comparou o sistema operacional a uma privada.
 
Como engenheiro na empresa, Hillel Cooperman sugeriu mudanças noWindows em 2003. Ele disse que diferentes recursos de softwares poderiam ter diferentes tipos de design. Gates afirmou que não era necessário o desenvolvimento de diferentes interfaces, e que era melhor reaproveitar a mesma em diferentes programas.
 
Cooperman, que relatou a história em seu blog, argumentou que as pessoas não são robôs e podem entender diferentes interfaces, e que o importante é fazer a experiência do usuário ser boa.
 
Então, ele fez uma comparação que deixou Gates sem jeito. "Um chuveiro, uma privada e um bebedouro têm mecanismos para controlar fluxo de água, o lugar de onde vem a água, uma espécie de base para segurar a água e um ralo, mas não combinamos todos em um só para reduzir a curva de aprendizado", disse Cooperman.
 
Ao ouvir o comentário, Bill Gates ficou em choque. Depois de um tempo, o CEO da Microsoft respondeu: "Isso é grosseiro."
 
A vontade de Gates venceu. Há cerca de cinco anos, Cooperman deixou a Microsoft, mas viu que, aos poucos, a empresa entendeu o seu ponto e passou a criar experiências diferentes para diferentes funções - o Windows 8, com interface para PCs e tablets é um bom exemplo disso.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Anonymous lança site para denunciar a corrupção no Brasil

Página deverá armazenar denúncias contra políticos e empresas que participarem de esquemas de corrupção.
Depois de derrubar sites de vários bancos, os hackers do Anonymous estão lançando uma nova ferramenta para mostrar alguns documentos que conseguiram armazenar ao longo se suas invasões dos últimos meses. Conforme mostrado no perfil do Anonymous Brasil no Twitter, trata-se do Corrupção Leaks uma página colaborativa que pede o apoio de todos os internautas.
Segundo o próprio site, todos aqueles que tiverem denúncias devem entrar em contato com os responsáveis pelo Corrupção Leaks e enviar as sugestões – mas são exigidas provas concretas sobre os temas que estão sendo abordados. Para quem quiser anonimato no envio das denúncias, o Anonymous disponibiliza um serviço chamado AnonMail. Você pode acessar o site por este endereço: http://www.corrupcaoleaks.org.


Fonte: http://www.tecmundo.com.br/ataque-hacker/18972-anonymous-lanca-site-para-denunciar-a-corrupcao-no-brasil.htm#ixzz1lW7B4GcK

sábado, 14 de janeiro de 2012

18 de janeiro: o dia em que a internet vai parar

Reddit, Wikipédia, Facebook e vários outros sites podem ficar fora do ar em protesto contra lei antipirataria dos Estados Unidos.
(Fonte da imagem: Reprodução/Fox News)
Para quem não sabe, SOPA significa Stop Online Piracy Act (Decreto pela Paralisação da Pirataria Online). Trata-se de uma comissão de apoio a uma nova lei que pode vir a ser aprovada nos Estados Unidos, visando fechar o cerco contra a pirataria.
O problema é que os termos da lei dão margens para muitas interpretações, sendo que os autores da lei pedem, inclusive, o poder de tirar sites do ar. Outro termo bastante controverso é a responsabilização dos serviços por quebra de direitos autorais por parte dos usuários. Por exemplo: se você postar um link de pirataria no Facebook, a culpa será da rede social.
Como forma de protesto contra a lei, vários sites estão planejando um blackout na internet para o próximo dia 18 (quarta-feira). Isso significa que diversas páginas podem desligar seus servidores e interromper completamente a disponibilização de suas páginas.
Alguns sites já confirmaram a paralização. O Reddit afirmou que no dia 18 deixará apenas uma mensagem na página inicial, revelando aos leitores por quais motivos a SOPA pode acabar com o serviço. Há grandes chances de a Wikipédia seguir o mesmo caminho e desativar os servidores na data marcada.
Outros sites que estariam interessados em aderir ao blackout seriam as redes sociais Facebook e Twitter, que contam com milhões de participantes e não querem que as ações deles sejam motivo para processos judiciais por direitos autorais. Até mesmo o Google está na lista de prováveis paralisadores.

Fonte: http://www.tecmundo.com.br/pirataria/17827-18-de-janeiro-o-dia-em-que-a-internet-vai-parar.htm#ixzz1jRJoYunV